pt eng fr

Toulouse

Toulouse . 19 ago 2018

A primeira vez que eu vim para Toulouse foi em 2015. Parei em Toulouse, também conhecida como a “Cidade Rosa” da França, completamente por acaso. E foi nessa cidadezinha que eu tive algumas das melhores, quiçá AS melhores, experiências da minha vida. A Felicidade parece que só é possível se for assim, por acaso.

Eu não sabia uma palavra de francês (além de “sutiã” e “abajour”) e tinha intenção de ficar no máximo por 3 meses. Mas graças à falta de planejamento e espontaneidade, própria daqueles tempos, acabei ficando por 6 meses na cidade, trocando trabalho por moradia numa pousada de ingleses. Não aprendi uma vírgula de francês, mas o meu francês melhorou à beça. A pousada se chamava La Maison e ficava entre a última estação de metrô da linha vermelha (Basso Cambo) e uma comunidade / bairro periférico chamado Saint Simon.

Pelos próximos 2 anos que seguiram desta experiência eu muito sonharia em retornar para Toulouse e, com sorte, morar em Saint Simon – na minha própria casinha, quiçá. E foi neste pequeno sonho que eu me ative ao longo de todas as dificuldades que se sucederam à minha volta ao Rio de Janeiro até o meu retorno à Ville Rose.

Hoje meus sonhos estão um pouco mudados, mais aperfeiçoados (hope so) e, apesar de Saint Simon continuar simpática como antes, para mim basta estar longe da violência, da poluição e da pressa das cidades grandes. Dessa vez eu voltei para ficar, e esse sentimento me toma como uma verdade. Pode ser que eu até me mude de Toulouse, que eu explore novos horizontes mais a frente, mas eu sinto que vou levar um bom tempo para voltar para o Rio. E se eu voltar, vai ser de visita.

Tarcila Alvarenga
Tarcila Alvarenga
Comentários

Deixe seu comentário