pt eng fr

Visita querida

Rio de janeiro . 20 jun 2017

Esses dias veio para o Rio meu grande amigo Bruno! Eu e Bruno nos conhecemos há muitos anos quando trabalhamos juntos numa agência mara na Urca. Mas desde que ele voltou pra SP, e a vida virou essa correria, ficou mais difícil de nos encontrarmos.  Por isso, quando ele avisou que vinha passar uma semana no Rio eu não pude me conter e logo ofereci o meu quarteliê para ele se hospedar enquanto estivesse por aqui. A gente deu vários rolês e, como não podia deixar de ser, eu fiz de presente um singelo registro em aquarela enquanto tomávamos café no Starbucks . Obrigada pela visita, meu amigo. Volte sempre!

 

Tarcila Alvarenga
Tarcila Alvarenga
Comentários

Deixe seu comentário

Material básico para Aquarela

Aquarela, Material . 05 jun 2017

Volta e meia alguém me pergunta sobre o material que eu utilizo, então resolvi apresentá-lo, separando-o entre o que considero básico e o que considero extra, embora não menos importante, dependendo do que se intende produzir.

O material extra é usado como complemento da aquarela, aplicado muitas vezes antes ou depois da pintura. O godê retangular em forma de estojo, graças ao maior número de cavidades, é melhor para organizar a palheta de cores desejada, além de ser portátil, o que é muito legal para quem gosta de, assim como eu, pintar livremente pela cidade. O godê circular de cavidades fundas, por sua vez, é ideal para armazenar maior quantidade de água, possibilitando misturas com maior transparência ou a cobertura de superfícies mais extensas.

O conta-gotas serve não apenas para preservar a água de ficar rapidamente suja como também de jogar fora desnecessariamente pigmentos presos no pincel ao trazer água para o godê. Uma curiosidade é que meu conta-gotas é, na verdade, um aspirador nasal de bebê comprado na farmácia mesmo. E funciona que é uma beleza!

Aqui no Rio de Janeiro, praticamente tudo é possível encontrar na Caçula (Centro, Copa e S Cristóvão). Também indico a JLM – Papelaria no Largo do Machado e a Papel Moderno (Tijuca). Infelizmente a tradicional Casa Cruz fechou nesse ano, fazendo da internet uma das melhores opções para muitos cariocas que buscam materiais de arte diversos e de boa qualidade.

Em São Paulo eu costumo encontrar o material que preciso na Casa do Artista (Consolação) ou no Fruto da Arte (República).

Tarcila Alvarenga
Tarcila Alvarenga
Comentários

Deixe seu comentário

Risco Livre no Parque Lage

Rio de janeiro, Sketch . 27 maio 2017

Como muitos rabiscadeiros, gosto de passear com meu material no bolso. Com sorte, me deparo com uma luz de fim de tarde, com umas janelas molhadas de chuva, ou com uma sombra de árvore num canto da cidade.

O lance do desenho de observação é essa tentativa quase vã de apreender a luz do momento. É a arte de registrar o derradeiro, o que faz do sketch urbano uma prática cheia de particularidades.

Um dia tive então essa ideia de me encontrar com pessoas assim, que também tem essa mania de vagarem distraídas pela cidade com seus cadernos de bolso, até serem surpreendidas com o lugar e o momento certos. Assim surgiu o Risco Livre.

A primeira edição do Risco Livre rolou nos jardins do Parque Lage, no Rio de Janeiro. A minha ideia com esse evento passou a ser, então, proporcionar uma troca de experiências entre amantes do desenho de observação em diferentes espaços públicos da cidade.

Neste primeiro encontro fomos contemplados com um dia fresco, mas também ensolarado. E foi uma experiência linda, com muitos participantes e encontros bonitos. Sinto que agora só posso esperar que São Pedro continue colaborando para o fomento artístico da nossa cidade e desejar vida longa ao Risco Livre!

* Fotos tiradas pelas queridas Luiza de Andrade e Mathilde Missioneiro

Tarcila Alvarenga
Tarcila Alvarenga
Comentários

Deixe seu comentário

1 4 5 6